Conversões

[Pormenor da “Conversão de S. Paulo” de Caravaggio]

No meio das muitas e pequenas conversões diárias quase imperceptíveis, há as grandes, onde se deram viragens no modo como me vejo como pessoa em relação com os outros e com Deus. Posso dizer que todas têm que ver com encontros. Não me tornei um novo Paulo, mais um Paulo renovado. Há medos e limites que se mantêm. O que muda? A consciência de que não estou sozinho, perdendo a vergonha da fragilidade. Aí, entre outras, a força do respeito dá-me impulso à vocação.
Texto de Paulo,sj

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s