Bento XVI aos jovens

©news.va_Madrid 2011

©news.va_Madrid 2011

Ao longo do seu pontificado, o papa Bento XVI encontrou-se por três vezes com os jovens nas Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ). Em Colónia, Alemanha, em Sidney, Austrália, e em Madrid, Espanha, e em outros momentos do seu governo na Igreja, o papa indicou um itinerário de vida espiritual para a juventude católica. Nestas ocasiões, Bento XVI interpelou os jovens a se questionarem sobre suas escolhas e decisões e para onde elas os conduzem.

Na mensagem de convite para a nossa JMJ Rio2013, o papa foi bem claro e direto na convocação dos jovens à missão. “A Igreja, para continuar esta missão de evangelização, conta também convosco. Queridos jovens, vós sois os primeiros missionários no meio dos jovens da vossa idade! Queridos amigos, este convite é extremamente atual. Estamos a passar por um período histórico muito particular: o progresso técnico trouxe-nos oportunidades inéditas de interação entre os homens e entre os povos, mas a globalização destas relações só será positiva e fará crescer o mundo em humanidade se estiver fundada não sobre o materialismo mas sobre o amor, a única realidade capaz de encher o coração de cada um e unir as pessoas

Nestes quase oito anos a frente da Igreja, o papa indicou que a juventude é a fase das escolhas vitais que vão gerar consequências para toda a vida. E, de acordo com ele, somente com um projeto de vida definitivo é que os jovens podem evitar cair no arrependimento. E esse projeto só se dá na busca da Vontade de Deus.

Para descobrir o projeto de vida que vos pode tornar plenamente felizes, colocai-vos à escuta de Deus, que tem um desígnio de amor sobre cada um de vós. Com confiança, perguntai-lhe: Senhor, qual é o teu desígnio de Criador e Pai para a minha vida? Qual é a tua vontade? Desejo cumpri-la. Estai certos de que vos responderá. Não tenhais medo da sua resposta! Deus é maior que os nossos corações e conhece tudo (IJo 3,20)!”, mensagem aos jovens em fevereiro de 2010.

Outro ponto enfatizado pelo sumo pontífice é a necessidade de cultivar a amizade com Cristo, que é o único que revela o amor puro que todos procuram.  “Este amor puro encontra em Jesus a sua máxima expressão, encontra no Espírito Santo a sua força e o fogo que incendeia as vidas, os pensamentos, os afetos. Não podemos negar que custa sacrifício viver o amor de modo verdadeiro, mas tenho certeza de que vós não tendes medo do cansaço de um amor exigente e autêntico. É o único que dá a verdadeira alegria!”, discurso de outubro de 2010.

Bento XVI também convocou os jovens a ter uma atitude madura de partilha da fé. “Queridos jovens, quem descobriu Cristo não pode deixar de conduzir também outros a Ele, pois uma grande alegria nunca pode ser guardada só para nós mesmos, mas deve ser comunicada”.

Vós Jovens, não sois apenas o futuro da igreja e da humanidade. Pelo contrário: sois o presente jovem da Igreja e da humanidade. Sois o rosto jovem. A Igreja precisa de vós para manifestar ao mundo o rosto de Cristo. Sem o rosto jovem, a Igreja apresentar-se-ia desfigurada. (…) Por isso eu vos envio para a grande missão de evangelizar os jovens e as jovens, que andam por este mundo errantes, como ovelhas sem pastor. Sede apóstolos dos jovens. Convidai-os a acompanhar-vos, a fazer a mesma experiência da fé, da esperança e do amor; a encontrar com Jesus, para se sentirem realmente amados, com plena possibilidade de realizar-se”.

Lido aqui: Rio2013.com!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s