Conclave: o que é, como começa e termina

Conclave: palavra com origem no latim cum clavis (fechado à chave). O próximo tem início nesta terça-feira e irá eleger o sucessor de Bento XVI, o primeiro papa a renunciar em 600 anos.

DYLAN MARTINEZ/REUTERS

Quem são os cardeais que participam no conclave? O Colégio Cardinalício conta actualmente com 207 cardeais mas apenas 115 vão participar neste conclave. Para elegerem o novo Papa têm que ter menos de 80 anos. Além de escolherem o futuro Papa, são também seus conselheiros depois da eleição. Reconhecidos pelas suas vestes vermelhas, os príncipes da Igreja, como também são designados, são nomeados pelo Papa em exercício e assumem a função até à sua morte. No Vaticano podem ter cargos no governo, enquanto outros são arcebispos no seu país ou teólogos.

Um cardeal pode declarar-se candidato a Papa? Um cardeal só pode ser considerado um candidato pelos seus pares durante o processo eleitoral, não sendo, no entanto permitido aos cardeais chegarem a acordos, fazer promessas ou estabelecer compromissos que vinculem o Papa uma vez eleito.

Quais são os atributos indispensáveis a um futuro Papa?Deve provar as suas capacidades de “pastor de almas”, de teólogo e de diplomata. Terá de conseguir mobilizar as energias da Igreja Católica em todos os continentes e proteger a diplomacia da Santa Sé das pressões externas. Um dos requisitos é que fale italiano, a língua oficial do Vaticano, mas cada vez mais que seja um poliglota.

Liberais, progressistas, conservadores: de que forma essas etiquetas políticas se aplicam aos cardeais? Todos os cardeais partilham a mesma doutrina sobre o respeito pela vida humana, pela concepção de morte, sobre o carácter sagrado do casamento, união entre homem e mulher, sobre um padre homem à imagem de Cristo. Mas os liberais e os progressistas dão mais importância a preocupações pastorais, à procura do diálogo, enquanto os conservadores insistem na reafirmação dos princípios e da tradição.

Como se vota num conclave? A assembleia de cardeais pede ao Espírito Santo que aja sobre ela. O conclave tem início com uma missa. Os cardeais votam num boletim secreto, sendo que não se podem abster durante as votações. O Papa é eleito por uma maioria de dois terços dos votos.

Um cardeal eleitor pode recusar-se a ser Papa? A Constituição Apostólica determina que o eleito não deve fugir à responsabilidade à qual é chamado mas antes “submeter-se humildemente à vontade divina”.

O que se segue quando o Papa está eleito? Aceite a nova função, é pedido ao novo Papa que diga o nome pelo qual quer ser designado durante o seu pontificado. Os outros cardeais juram-lhe fidelidade e é tornada pública a sua escolha.

Como se sabe quando um Papa foi eleito? Os boletins de voto são destruídos após as votações da manhã e da tarde numa pequena fornalha na Capela Sistina, onde decorre a eleição. Quando um fumo negro sai de uma pequena chaminé isso significa que não se chegou à maioria de dois terços necessária para haver uma eleição. Quando esse fumo for branco está escolhido o novo Papa. O protodiácono, actualmente o cardeal francês Jean-Louis Tauran, dirige-se para o balcão central da Basílica de São Pedro e pronuncia a célebre frase Habemus papam (Temos Papa) e anuncia o nome do novo Santo Padre.

[AFP|Público|12/mar/2013]


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s