40 dias de quaresma: Quinta-feira da Semana Santa

Restolho, uma canção para este tempo.

«Mas é preciso morrer e nascer de novo
semear no pó e voltar a colher
há que ser trigo, depois ser restolho
há que penar para aprender a viver

e a vida não é existir sem mais nada
a vida não é dia sim, dia não
é feita em cada entrega alucinada
prá receber daquilo que aumenta o coração…»

A letra da música «Restolho» de Mafalda Veiga reflecte o ciclo existencial de vida e morte. Desde que nascemos estamos num processo contínuo de recriação: morrer para viver. O fim de um percurso significa, portanto, o início de uma nova etapa.

A aceitação da morte como possibilidade de uma nova vida está patente no Cristianismo. Ela ocupa um lugar central na nossa Fé. Acreditamos num Deus feito Homem que, tal como o Restolho, aceitou morrer para abrir caminhos de vida para todos os homens.

Santa Páscoa.

Pensamento do Pe. Nélio Pita


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s