Domingo de Páscoa

"É preciso amar direito, um amor de qualquer jeito
Ser amor a qualquer hora, ser amor de corpo inteiro
Amor de dentro pra fora, amor que desconheço

Ser amor a qualquer hora, ser amor de corpo inteiro
Amor de dentro pra fora, amor que desconheço

Quero um amor maior, um amor maior que eu
Quero um amor maior, um amor maior que eu
(...)"
 

©Catarina Pereira

©Catarina Pereira

 
“Cristo ressuscitou!
Queria que chegasse a cada casa, a cada família e, especialmente onde há mais sofrimento, aos hospitais, às prisões…”
(…) a força da Ressurreição, esta passagem da escravidão do mal à liberdade do bem, deve realizar-se em todos os tempos, nos espaços concretos da nossa existência, na nossa vida de cada dia. Quantos desertos tem o ser humano de atravessar ainda hoje! Sobretudo o deserto que existe dentro dele, quando falta o amor a Deus e ao próximo, quando falta a consciência de ser guardião de tudo o que o Criador nos deu e continua a dar. Mas a misericórdia de Deus pode fazer florir mesmo a terra mais árida, pode devolver a vida aos ossos ressequidos (cf. Ez 37, 1-14)”.
Está VIVO. Em nós, por nós, CONNOSCO.
Alegremo-NOS!

40 dias de quaresma: Domingo IV da quaresma

“Fratelli e Sorelle! Non abbiate paura di accogliere Cristo e di
accettare la sua potestà! E, con la potestà di Cristo, servire
l'uomo e l'umanità intera! Non abbiate paura! Aprite, anzi,
spalancate le porte a Cristo!
Jesus Christ, you are my life,
alleluia, alleluia.
Jesus Christ, you are my life.
You are my life, alleluia”

Jesus Christ You are my life, Monsenhor Marco Frisina (álbum “Jesus is my life” lançado em 2000, ano da Jornada Mundial da Juventude de Roma)

©Catarina Pereira

©Catarina Pereira

A canção foi e é muito cantada até hoje pela juventude, sendo também um hino em memória ao Beato João Paulo II. Pela mensagem e alegria que transmite foi o tema escolhido estes dois anos, para nos despedirmos do palco, agradecendo os aplausos e o carinho de todos quantos se associaram como público ao projeto “Paixão de Cristo”.

Neste 4º Domingo da Quaresma SOMOS CONVIDADOS à descoberta do Deus do amor, empenhado em conduzir-nos a uma vida de comunhão com Ele. No Evangelho o Deus/Pai que ama de forma gratuita, com um amor fiel e eterno, apesar das escolhas erradas e da irresponsabilidade do filho rebelde. TANTAS VEZES SOMOS NÓS, OS REBELDES. E esse amor lá está, sempre à espera, sem condições, para acolher e abraçar o filho que decide voltar. É um amor entendido na linha da misericórdia e não na linha da justiça dos homens.

Este fim-de-semana seria incontornável não partilhar a imensa alegria que vivemos na nossa comunidade paroquial de S. Pedro da Palhaça, onde pelo segundo seguido, nos envolvemos no Projeto Paixão de Cristo. Estes dois dias partilhamos o trabalho que arrancou no ano passado e que se voltou a intensificar nos últimos 5 meses. Muito mais que a dramatização de uma peça de teatro (podem saber tudo AQUI) sobre as últimas horas da vida de Jesus, esta é uma missão que aceitámos a partir deste AMOR DO PAI, deste Pai que nos acolhe sempre de braços abertos e que está sempre a CONVOCAR-NOS a fazermo-nos ao CAMINHO com Ele, levando MUNDO FORA a sua MENSAGEM de amor…

40 dias de quaresma: Segunda-feira da semana III

“Muda de vida se tu não vives satisfeito

Muda de vida, estás sempre a tempo de mudar

Muda de vida, não deves viver contrafeito

Muda de vida se há vida em ti a latejar
 (…)
 Olha que a vida não, não é nem deve ser

Como um castigo que tu terás que viver”

 

Mudar de Vida, Humanos

Deus é assim connosco, não o senhor exigente e impaciente, pronto a dar a machada final, sobre uma figueira, que não dá fruto.O nosso bom Deus é como o camponês, paciente e confiante, que se apronta para mimar ainda mais aquela árvore, com cuidados intensivos, para que venha a dar fruto.

©Catarina Pereira

©Catarina Pereira

Um Deus da esperança, que nos deixa, mais “um aviso à navegação”, que nos dá ainda mais um ano, ainda um dia mais, sempre fiado e esperançado em nós. O meu Deus anda às voltas e voltas, comigo: trabalha-me, mima-me de oportunidades, cuida de mim, de tal modo que posso sentir as suas mãos, na terra árida do meu coração.

©Catarina Pereira

©Catarina Pereira

 

Talvez eu possa ser melhor, talvez Ele não desista de mim e haja a uma ténue esperança, para justificar um tempo mais, uma nova oportunidade, para a conversão. A paciência de Deus não tem limites! É verdade, Mas têm limites os tempos e as oportunidades, da minha conversão PORQUE HOJE podemos muito bem começar MUDAR DE VIDA para darmos fruto esta Primavera!

40 dias de quaresma: Domingo II da quaresma

 “Escutando no vento
 Tua voz secreta
 Que me sopra por dentro
 Deixa-me ser só seu
 No teu colo eu me entrego,
 Para que me nutras
 E me envolvas
 Deixa-me ser só seu
Um ponto de luz
 Que me seduz
 Aceso na alma
 Um ponto de luz que me conduz
 Aceso na alma”

Ponto de Luz, Sara Tavares

©Catarina Pereira

©Catarina Pereira

No segundo domingo desta quaresma assistimos ao relato da transfiguração de Jesus, uma crónica fotográfica de acontecimentos, uma catequese sobre Jesus, o Filho amado de Deus, que através da cruz concretiza o plano salvador e libertador do Pai em favor dos homens através do dom da vida, da entrega total de Si próprio por amor. A “transfiguração” anuncia a vida nova, a ressurreição.

OUTRORA eles, os discípulos, testemunhas da transfiguração, não tiveram muita vontade de “descer à terra” e enfrentar o mundo e os problemas dos homens. E nós? QUANTAS VEZES vivemos de olhos postos no céu, alheados ou indiferentes AO SOPRO QUE VEM DE DENTRO e às ENORMES POSSIBILIDADES que a realidade concreta do mundo nos convida a renovar e transformar.

A experiência de Jesus obriga-nos a continuar a obra que Ele começou e a “regressar ao mundo” para fazer da nossa vida diária um dom e uma entrega aos que caminham CONNOSCO. TEM DE SER ESTE PONTO DE LUZ, que nos seduz, ACESO NA ALMA…não nos pode adormecer, há compromisso com Deus com o mundo e com os homens.

40 dias de quaresma: Domingo I da Quaresma

©imissio

©imissio

"Deixa o mundo girar para o lado que quer
 Não o podes parar nem tens nada a perder
 Estas de passagem,
 Não o leves a mal se te manda avançar
 Talvez seja o sinal que não podes parar
 Estás de passagem"

Deixa o Mundo Girar, Polo Norte

No primeiro domingo desta quaresma 2013, somos convidados a aspirar à verdadeira liberdade. Estamos rodeados de horizontes pequenos e limitados. “Para quem tem a alma sedenta de horizontes infinitos, os da terra não bastam: abafam-no, não há mundo que lhe chegue e só encontra o que procura na grandeza e imensidão de Deus. Homens livres que percorreis o planeta, não tenho inveja da vossa vida neste mundo; fechado num convento e aos pés do crucifixo, tenho uma liberdade infinita, tenho um céu, tenho Deus. Que sorte tão grande ter um coração apaixonado por Ele!”  […]

Rejeitemos as tentações de tomarmos outras vias, outras leis.  Não é limitada a liberdade deste mundo? Não aspiramos nós a uma liberdade infinita? “pois a terra é pequena e depressa lhe damos a volta, tenho um céu, tenho Deus. Que sorte tão grande termos um coração apaixonado por Ele!”

A partir do cometário ao evangelho de São Rafael Arnaiz Baron (1911-1938), monge trapista espanhol Escritos espirituais, 15/12/1936

Estás de passagem. Estamos de passagem, para outro lugar, tudo aqui é limitado.
Temos um céu e Deus, uma liberdade infinita n’ELE, que sorte a nossa, TERMOS UM CORAÇÃO APAIXONADO POR ELE!

40 Dias de Quaresma: Quarta-feira de CINZAS

foto1_quartafeiraCinzas_imissio

“(…) E entretanto o tempo fez cinza da brasa
outra maré cheia virá da maré vaza
nasce um novo dia e no braço outra asa
brinda-se aos amores com o vinho da casa
e vem-nos à memória uma frase batida
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida”

O primeiro dia, Sérgio Godinho, letra e música

Neste início de Quaresma, um novo recomeço é-nos permitido através do convite à conversão e à mudança de vida, nesta nossa fragilidade da vida humana, sempre sujeita à morte. Converter-se significa mudar de direção no caminho da vida: não com um pequeno ajustamento, mas com uma verdadeira inversão de marcha. Conversão é ir contra a corrente, onde a «corrente» é o estilo de vida superficial, incoerente e ilusório, que muitas vezes nos arrasta, nos domina e nos torna escravos do mal ou prisioneiros da mediocridade moral. Deste modo a conversão manifesta o seu rosto mais maravilhoso e fascinante: não é uma simples decisão moral, que retifica o nosso modo de vida, mas é uma escolha de fé, que nos envolve totalmente na comunhão íntima com a pessoa viva e concreta de Jesus. […]”  Do comentário ao Evangelho feito por Bento XVI, em 17/02/2010.

Reconciliemo-nos com Deus.

PORQUE HOJE pode muito bem ser O PRIMEIRO DIA DO RESTO DA NOSSA VIDA, NASÇA UM NOVO DIA EM NÓS!

TERÇA-FEIRA da semana III_#2

A minha lista de Natal

Aconchegada pelos sorrisos familiares, numa cidade varrida a um vento gélido, fui inspirando o percurso de reflexões para este advento. Uma espécie de “Lista de Natal”, como a da Alexandra Monteiro e Sónia Machado, que nos sentou na Bertrand para a primeira aparição do senhor de fato vermelho ao menino do carrocel. No regresso a dois, a pé pela R.ª Direita enquanto carreguei dois filhos contra o frio, descobri a “Gigões & Anantes”, nem de propósito o nome e a memória do Pina, eis uma livraria onde as portas se abriram aos Gigões e onde havemos de regressar em breve.

©imissio

©imissio

1. eu quero AMAR todas as pessoas, cada dia mais sem julgar. Eu quero ser irmã de todos;

©imissio

©imissio

 2. eu quero CONTAGIAR outros a descobrirem a força deste AMOR MULTIPLICADOR;

©imissio

©imissio

 3. eu quero REGISTAR e partilhar diariamente a beleza e os talentos que me rodeiam; 

©imissio

©imissio

 4. eu quero PRESERVAR a CRIANÇA alegre e espontânea que há em mim enquanto as minhas crescem;

©imissio

©imissio

 5.  eu quero continuar a ACREDITAR profundamente e quero EVOLUIR nesta fé grande que traz o céu até nós e nos ajuda a VIVER (e testemunhar) A ESPERANÇA…

TERÇA-FEIRA da semana III

Inspirados pela mensagem das palavras do apóstolo Paulo, na Liturgia do passado domingo, o 3º do advento –  «Alegrai-vos sempre no Senhor!  De novo o digo: alegrai-vos! […] O Senhor está próximo» (Fl 4,4-5) –  sublinhar a alegria que tantas vezes desvalorizamos. Neste tempo de espera ativa, a partir desta terceira semana somos especialmente convidados à alegria a partir deste domingo «Gaudete»

Alegria pelo que sentimos e somos

©imissio

©imissio

Alegria pelo que podemos ajudar outros a descobrirem e sentirem.

©imissio

©imissio

Alegria pelas maravilhas que nos rodeiam.

©imissio

©imissio

ALEGRAI-VOS, também na ROTINA das nossas vidas, enquanto dura a ESPERA.

Alegria porque o SENHOR ESTÁ PRÓXIMO.